<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=680782996107910&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Como pedir demissão sem se queimar?

5 min de leitura

Publicado em 22/01/20


Aproveite para descansar os olhos e ouça esse conteúdo! Clique no play acima!

De repente, você percebe uma insatisfação e entende que é hora de mudar. Por outro lado, você tem receio de criar um clima desagradável na empresa e a preocupação de chatear alguém. Como pedir demissão é uma dúvida recorrente diante dessa desconfortável situação, mas a verdade é que, neste cenário, é preciso se colocar em primeiro lugar. 

Os motivos podem ser dos mais diversos, mas antes de tomar qualquer atitude, é necessário analisar a situação de forma ampla. O que pode nortear você neste momento é colocar na balança os pontos positivos e também negativos dessa escolha. 

Se for essa mesmo a sua decisão, encare que todo ciclo tem seu fim e é hora de anunciar a sua saída. Essa pode não ser uma tarefa fácil, mas você pode fazê-la da melhor maneira possível. Veja abaixo algumas dicas de como pedir demissão sem se queimar:

Seja cauteloso e profissional

Para que não haja interferências ou mal-entendidos a respeito da notícia, o primeiro anúncio sobre a sua demissão deve ser feito diretamente ao seu chefe. Mas como pedir demissão?

Certamente, ao comunicar, você será questionado sobre o motivo da sua decisão. Conduza a conversa da melhor forma possível, agindo de modo transparente e apresentando suas justificativas de forma cautelosa. 

Se o motivo pelo qual você optou por se demitir tiver relação com algum dos itens abaixo, é válido conversar abertamente sobre números com o seu empregador.

  • Descontentamento com a atividade exercida;
  • Salário incompatível com o mercado;
  • Recebeu uma proposta de emprego atrativa.

Exponha suas frustrações e, quem sabe, você não consegue o tão sonhado aumento ou até mesmo o esperado convite para ocupar uma nova cadeira. Pondere se realmente vale a pena!

Agora, caso o motivo de você querer pedir demissão tenha ligação com algum tópico da lista abaixo, talvez seja mesmo a hora de fechar o ciclo:

  • Falta de reconhecimento;
  • Desconforto com a gestão ou equipe;
  • Falta de qualidade de vida;
  • Não há mais aprendizado e você está na zona de conforto;
  • Não enxerga propósito naquilo que faz.

Neste caso, tenha cuidado ao comunicar seu desinteresse. Este pode ser um momento incômodo, mas com gratidão pelo tempo de trabalho que tiveram juntos e gentileza nas palavras, é possível acertar sua saída sem se queimar! 

Tomada a decisão, é muito importante que você avise seu líder com antecedência. Isto será visto com bons olhos, pois você não o deixa na mão, e ele ganha tempo para planejar a sua saída.  

Negocie seu desligamento

Hora de acertar os detalhes burocráticos com o seu chefe e oficializá-los junto ao RH. Caso a empresa solicite o cumprimento do aviso prévio, será necessário você trabalhar por mais, no mínimo, 30 dias para ficar livre da multa rescisória.

Por outro lado, há também a possibilidade de você ser liberado de cumprir o aviso prévio. Tudo é questão de conversa. Negocie com o seu gestor, oferecendo disponibilidade de transmitir seus conhecimentos em atividade de trabalho para uma terceira pessoa em um menor período de tempo.

E se eu receber uma contraproposta?

Receber uma contraproposta é sinal de que o seu superior vê valor em você e no seu trabalho, e acha que ainda faz sentido ter você na equipe.

Dependendo do seu desempenho e das suas relações com colegas de trabalho, ao comunicar seu desejo pelo desligamento na empresa, é possível que você receba uma contraproposta para permanecer. 

Jamais realize esta ação esperando uma contraproposta, mas coloque no papel o que poderia ser oferecido para você mudar sua decisão e ficar satisfeito. 

Mantenha seu legado

O trabalho que você desenvolveu na empresa será uma das suas marcas registradas. Por isso, é muito importante que o seu comprometimento com a organização seja contínuo, até mesmo após anunciar sua saída.

Mudar seu comportamento na reta final pode colocar tudo o que você construiu por água abaixo. Preserve seu legado. Seja lembrado pela excelência do seu trabalho, pelas conversas inteligentes e pelo bom modo com o qual você trata as pessoas; evite desentendimentos ou situações negativas.

Livre-se das pendências

Ainda há um time que conta com você. Portanto, coloque como prioridade terminar todas as suas demandas e atender as requisições.

Não deixe seu posto de trabalho com projetos inacabados e solicitações não respondidas; além de mostrar irresponsabilidade, essas ações poderão resultar em grandes problemas para a organização futuramente – e não é com a imagem de uma pessoa apática que você quer ser visto pelo seu antigo time, certo?!

Esteja preparado

Em meio a um cotidiano dinâmico e competitivo, é preciso potencializar competências e ter foco no desenvolvimento profissional para vencer os desafios do dia a dia.

As mudanças acontecem o tempo todo e você deve estar sempre preparado. Independente dos seus novos projetos após demissão, saia da instituição, mas deixe as portas abertas. O mercado é dinâmico, competitivo e se conversa!

Ser lembrado como um ótimo profissional pela equipe da sua antiga empresa pode te render excelentes oportunidades futuras – seja para um dia voltar à empresa com um cargo maior, seja para ser indicado a outra companhia

Portanto, a dica é se atualizar durante sua jornada para ter ainda mais oportunidades no universo corporativo. Dedicar-se na evolução de suas hard e soft skills é um caminho para sair na frente e ter mais chances de continuar crescendo.

Agora você se sente mais seguro para pedir a sua demissão? Aproveite para conferir este outro artigo do blog com dicas valiosas para desenvolver novas competências profissionais! Quanto mais preparado você estiver, melhores caminhos percorrerá.

Deixar comentário