<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=680782996107910&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Experis Tech Talent Q3 2024: 49% das empresas de TI querem contratar até setembro

8 min de leitura

Publicado em 08/07/24

Atualizado em Julho 10, 2024

O mercado de TI está em plena expansão, com o gasto global previsto para atingir mais de US$ 5 trilhões em 2024, um aumento significativo de 6,8% em relação ao ano anterior, segundo estudo da Gartner 

Este crescimento reflete a contínua transformação digital e a automação que impulsionam o setor, gerando uma demanda gradativa por profissionais especializados.  

No entanto, o cenário promissor vem acompanhado de desafios significativos, como a escassez de talentos, a concorrência acirrada, a regulamentação governamental, e a segurança cibernética.  

Neste artigo, comentaremos desafios, expectativas de contratação e como as empresas de TI podem se preparar para os próximos meses. Continue com a leitura. 

Escassez de Talentos em TI

Um dos principais problemas que o mercado de TI enfrenta é a falta de profissionais com determinadas habilidades. A aceleração da transformação digital aumentou a demanda por soluções tecnológicas e, consequentemente, por talentos.  

Ainda segundo a Gartner, até o fim de 2024, 75% das empresas planejam aumentar os investimentos em tecnologias digitais como nuvem, inteligência artificial, internet das coisas e blockchain. No entanto, a oferta de talentos em TI não acompanha essa demanda crescente. 

Aqui no Brasil, a situação é particularmente desafiadora: conforme o relatório Education at Glance da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), apenas 17% dos graduados brasileiros são dos cursos da área de STEM — Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática.  

Essa escassez de talentos pode gerar dificuldades de recrutamento e retenção, aumento dos custos de contratação e treinamento, queda na qualidade e inovação dos produtos e serviços, e perda de competitividade e oportunidades de negócios. 

Para enfrentar esse desafio, as empresas de TI, ou organizações de outros setores que têm áreas que lidam com tecnologia, precisam adotar estratégias eficazes de atração, desenvolvimento e engajamento de talentos 

Isso inclui oferecer salários e benefícios competitivos, criar uma cultura organizacional positiva, promover a diversidade e a equidade, estimular o aprendizado contínuo e a colaboração, e apoiar a mobilidade e a flexibilidade dos profissionais. 

Concorrência acirrada no mercado de TI

Outro fator crucial que pode impactar o crescimento do mercado de TI no Brasil é a concorrência acirrada entre as empresas do setor.  

Com a rápida evolução das tecnologias e das demandas do mercado, os times de TI precisam se adaptar constantemente e se diferenciar dos concorrentes. Contudo, nem todas as equipes conseguem acompanhar o ritmo frenético para se destacar. 

Pensando em superar esse desafio, é fundamental que as empresas de TI invistam em inovação. Incentivar a criatividade e a experimentação, adotar metodologias ágeis, integrar tecnologias emergentes e monitorar tendências e oportunidades de mercado são estratégias que podem fazer a diferença.  

Regulamentação governamental do mercado de TI

A regulamentação governamental é outro fator que pode influenciar o desempenho do mercado de TI. Com o aumento do uso e impacto das tecnologias na sociedade, os governos têm buscado estabelecer normas e leis para proteger os direitos e os interesses dos cidadãos, empresas e meio ambiente 

Questões como privacidade e segurança dos dados, tributação, propriedade intelectual, concorrência, responsabilidade social e sustentabilidade são cada vez mais reguladas. 

A conformidade com essas regulamentações pode ser desafiadora para as empresas de TI, resultando em aumento dos custos operacionais e legais, limitação da liberdade e inovação, perda de competitividade e exposição a sanções e penalidades.  

Para mitigar esses riscos, as empresas precisam investir estrategicamente. Monitorar e entender as regulamentações vigentes e futuras, adaptar processos e sistemas às exigências legais, capacitar profissionais e parceiros sobre boas práticas de governança, e dialogar com órgãos reguladores e stakeholders sobre os benefícios e riscos das tecnologias são passos essenciais. 

Otimismo e desafios do mercado de TI no Brasil 

Mesmo com os desafios comentados até aqui, o mercado de TI no Brasil apresenta um otimismo significativo.  

Segundo o nosso estudo Experis Tech Talent Outlook, 49% das empresas brasileiras de TI planejam contratar entre julho e setembro de 2024, enquanto 17% preveem reduzir, 32% planejam manter o número atual de colaboradores, e 2% ainda não decidiram. 

A Expectativa Líquida de Emprego no setor de TI é de 32% para o terceiro trimestre de 2024, ajustada sazonalmente, representando uma queda em relação aos trimestres anteriores, mas ainda mostrando um cenário positivo. 

O Brasil está 3 pontos percentuais acima da média das Américas do Sul e Central, assim como da Média Global, posicionando-se como o 12º país mais otimista em criação de empregos no setor de TI. 

“O mercado de TI no Brasil está otimista para os próximos meses, com quase metade dos empregadores (49%) planejando contratar até o fim de setembro. No entanto, a escassez de talentos continua sendo um grande desafio, e 79% das empresas tecnológicas enfrentam dificuldades para preencher vagas. Isso leva as organizações a repensarem suas estratégias de atração de talentos, focando no aprimoramento e na requalificação de profissionais para atender às suas necessidades de crescimento,” explica Simone Lopes, Head de Operações na Experis, a divisão de talentos tech do ManpowerGroup. 

Para concluir 

O mercado de TI enfrenta um cenário desafiador, mas cheio de oportunidades. Para se destacar e crescer, as empresas precisam investir em estratégias robustas de atração e desenvolvimento de talentos, inovação contínua, conformidade regulatória e sustentabilidade.  

Com o mercado global de TI projetado para crescer significativamente, as organizações que conseguirem superar os obstáculos e se adaptar às novas demandas sairão na frente para aproveitar o que 2024 ainda reserva. 

Para concluir, a pergunta que fica é: seu negócio está preparado para os desafios e as oportunidades que o futuro trará?  

Para conferir outros dados sobre o setor de TI no Brasil e no mundo, confira agora um infográfico exclusivo que reúne as principais informações do nosso estudo Experis Tech Talent Outlook. 

 

 

 Para ler na íntegra a nova edição da Pesquisa de Expectativa de Emprego Q3 2024, com informações sobre os demais setores da economia, clique aqui.

Deixar comentário