<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=680782996107910&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

A importância da entrevista de desligamento

4 min de leitura

Publicado em 06/02/18

Muitas empresas, por não conhecerem o potencial e os benefícios da entrevista de desligamento, acabam não percebendo a sua importância. Quando um funcionário é demitido ou quando decide deixar a organização por conta própria é essencial realizar a entrevista como forma de aprendizado e crescimento para a empresa.

Líderes, gestores e profissionais de RH devem ter em mente que uma demissão costuma ter um caráter pessoal e até emocional por parte do demitido. Nestes casos é essencial levar em conta a visão do profissional que está deixando a empresa e as razões que levaram a isso. 

Para se aprofundar no assunto, continue lendo e entenda melhor a importância da entrevista de desligamento. 

1. Ajuda a identificar problemas na gestão

Nem sempre o que leva um funcionário a ser demitido pela empresa é sua falta de capacidade ou de comprometimento com o trabalho. Às vezes, a baixa performance é resultado da inadequação daquele colaborador com a cultura organizacional da empresa ou mesmo de sua insatisfação com relação à forma como os gestores direcionam o trabalho.

Da mesma forma, da parte do colaborador, quando ele decide deixar a organização, isso não tem necessariamente a ver com o salário ou com a quantidade de trabalho. Problemas como falta de visão, estratégia, comprometimento e apreço tendem a desanimar aqueles profissionais que estão em busca de crescimento.

Uma entrevista de desligamento pode até mesmo evitar com que ele saia da empresa, dependendo da sinceridade e do comprometimento demonstrado por ambas as partes no momento do diálogo. 

2. Possibilita criar formas de melhorar o ambiente organizacional

São várias as perguntas que podem guiar uma entrevista de desligamento e que automaticamente te ajudam a identificar os pontos fortes e fracos da organização. Abaixo oferecemos uma série de questões que você pode usar de acordo com o contexto. Confira:

  • o que te levou a pedir demissão (se for o caso)?

  • que imagem levará da empresa após se desligar?

  • haveria algo que pudesse ter acontecido de maneira diferente e que te faria ficar na empresa?

  • como você avalia seu chefe e demais gestores da sua área de atuação?

  • você acredita que a organização valoriza seus funcionários?

  • existe algo na estrutura física da empresa que tenha atrapalhado seu desempenho?

  • das tarefas desempenhadas, qual você mais gostou de fazer e por quê?

  • da mesma forma, qual foi aquela que menos gostou e qual seria a razão disso?

  • como foi sua relação com os colegas de trabalho?

  • como avalia os canais de comunicação interna?

  • qual a opinião sobre o RH?

  • tem alguma outra sugestão ou opinião que poderia melhorar o funcionamento da empresa?

Por meio de tantos detalhes fica mais fácil saber o que poderia mudar na empresa e no ambiente de trabalho, tanto no quesito clima organizacional quanto na própria estrutura física. Tudo precisa ser avaliado a fim de extrair o melhor de cada colaborador.

3. Oferece a chance de aprimorar a cultura organizacional

Conhecendo melhor as frustrações e apontamentos de seus colaboradores, fica muito mais fácil identificar o que está dando certo na cultura organizacional da sua empresa. Às vezes, o trabalho pode estar sendo guiado de uma forma muito hierarquizada e burocrática ou, ao contrário disso, muito horizontal e aberta para uma equipe de perfil mais tradicional.

Digamos que a entrevista de desligamento é uma das principais formas da organização conhecer a si própria e, a partir daí, fazer as melhorias necessárias. Não abra mão disso e se beneficie dessa poderosa ferramenta.

4. Previne que outros talentos sejam perdidos na empresa

Ao buscar todas essas melhorias é natural que o envolvimento e o sentimento de apreço nos funcionários aumente, não é mesmo? Inclusive, um ponto que vem sendo questionado atualmente no mundo do trabalho é se, de fato, um bom salário, isoladamente de outros fatores, é capaz de reter talentos em uma empresa.

Cada vez mais se ouve falar de pessoas de sucesso que “abandonaram tudo” para seguir um estilo de vida mais simples e prazeroso. Isso pode ser o indício de que, ao longo do tempo, mesmo que uma pessoa ganhe muito bem, a satisfação material não será o suficiente para mantê-la naquela posição.

Ao efetuar melhorias na gestão, na estrutura física e na cultura organizacional da empresa, automaticamente você preparará a organização para extrair o melhor dos colaboradores e reter os talentos que são o verdadeiro insumo que fazem uma empresa crescer e se movimentar. Pense nisso!

5. Demonstra na prática o apreço pela visão do colaborador

Está na moda dentre as empresas mais modernas e arrojadas falar na valorização da experiência do funcionário. Porém, na prática, são poucas as que realmente se comprometem com isso ou que sabem como realizar essa mudança para melhor.

Por isso, é essencial que você, profissional de RH, compartilhe os dados colhidos na entrevista de desligamento com líderes seniores e altos cargos da empresa a fim de que tenham uma visão mais completa do funcionamento da organização.

Assim, será possível gerar as transformações necessárias e deixar claro para os colaboradores que suas visões sobre o trabalho são valorizadas e impactam diretamente na forma de atuação da empresa.

6. Permite que a empresa melhore de fato seus pontos fracos

Se você entendeu bem o que expomos no tópico anterior, então já sabe que é necessário ir além das palavras e procurar dar um fim prático aos dados coletados na entrevista de desligamento.

Fazendo isso você poderá colher os resultados positivos que precisa para aprimorar o desenvolvimento da empresa.

Muitas organizações deixam de aproveitar o potencial e os benefícios da entrevista de desligamento justamente por não compartilharem os dados gerados com demais setores de gestão. Se você realiza a entrevista, mas não divulga os resultados, nem procura fazer com que sejam aplicáveis, então terá dificuldades em ver diferença entre o antes e o depois do uso dessa ferramenta.

Se você entendeu a importância da entrevista de desligamento ou ainda tem alguma dúvida que queira esclarecer, deixe seu comentário. Será um prazer lhe ajudar a compreender melhor a utilização desse recurso que pode otimizar as suas estratégias como profissional de RH.

Deixar comentário