<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=680782996107910&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Está pensando em mudar de carreira? Confira algumas recomendações importantes

7 min de leitura

Publicado em 13/05/22

Atualizado em Maio 13, 2022

Se você pensa em mudar de carreira, saiba que não está só: segundo o relatório Protegendo o Futuro do Trabalho, do Centro Brasileiro de Cursos (Cebrac), mais da metade dos brasileiros pretende fazer essa transição em 2022. 

As motivações variam, mas, segundo o estudo, as mais comuns são:

  • Busca por equilíbrio entre vida pessoal e profissional;
  • Anseio por um salário mais alto;
  • Vontade de desempenhar uma função mais significativa;
  • Desejo de trabalhar com o que gosta. 

Seja qual for o motivo que leve você a tomar essa decisão, a transição de carreira é um assunto delicado e que costuma levantar muitas dúvidas. O que fazer para ter sucesso na nova empreitada? 

Para auxiliar você nesse momento tão importante, conversamos com Maiby Silvano, Gerente Executiva da Talent Solutions Right Management, linha de negócios do ManpowerGroup. 

Maiby nos falou sobre o movimento que está levando as pessoas a repensarem o papel do trabalho em suas vidas e trouxe recomendações importantes para quem deseja seguir com a transição. Acompanhe! 

Há um movimento de profissionais em busca de novos rumos para a carreira? 

A pandemia colocou muitos profissionais em contato direto com dois pilares que eles não estavam acostumados a lidar tão intensamente, justamente por terem passado anos absorvidos no ambiente de escritório: o pilar familiar e o pilar do autoconhecimento. 

Estar inserido em um ambiente que era, ao mesmo tempo, “lar” e “escritório” fez com que muitas pessoas reprogramassem suas próprias vidas para conseguirem trabalhar, cuidar de assuntos da casa, zelar pela família e por si mesmas. 

Essa nova realidade levou, e ainda leva, muitas pessoas a repensarem a própria carreira. 

Além desse novo contexto, o que leva uma pessoa a mudar de carreira? 

Não existe uma resposta única para essa pergunta, pois há muitas questões que podem impulsionar uma transição de carreira. 

Depende muito de profissional para profissional. Há, por exemplo, aqueles que estão repensando totalmente a própria carreira e aqueles que querem apenas mudar de segmento de atuação. 

Mas, no geral, tenho observado um interesse cada vez maior pela conquista do equilíbrio entre a vida pessoal e profissional. 

Muitas pessoas optam por abrir mão de status e, até mesmo, de alguns benefícios e recursos materiais, para focarem uma nova profissão ou área mais compatível com os próprios interesses — mesmo que isso leve a um estilo de vida mais simples. 

Esse é um movimento encabeçado, principalmente, por profissionais mais maduros, que possuem conhecimento e experiência, uma soma que faz com que eles se sintam mais seguros na hora de tomar essa decisão. 

Em contrapartida, temos observado um grupo de profissionais mais jovens buscando por empresas ágeis, que permitam crescimento acelerado. São talentos que anseiam por realizar muito e têm pressa de chegar ao equilíbrio de vida [das gerações mais maduras]. 

Entretanto, vale sublinhar que esses profissionais também priorizam empresas compatíveis com seus valores, que atuam com responsabilidade social e são abertas a questões como diversidade e inclusão. 

Quais são suas recomendações para quem decidiu fazer a transição? 

Mudar de carreira é um processo delicado, afinal, nós passamos boa parte do nosso tempo trabalhando. A transição de emprego precisa ser muito bem planejada e, para isso, há alguns pontos a serem levados em consideração. São eles: 

Autoconhecimento 

Essa investigação individual, que busca identificar quais são as características mais marcantes de cada pessoa, é fundamental para que o profissional entenda para onde quer ir e como vai fazer para chegar lá. 

Muitas pessoas acreditam que querem mudar totalmente de área de atuação, mas, ao mergulharem em si mesmas, entendem que o que elas precisam é apenas de uma nova empresa, mais alinhada com o seu jeito de ser. 

Planejamento 

Uma vez que você tiver clareza da sua decisão, o próximo passo é se preparar — tanto financeiramente quanto para atender às necessidades do mercado.  

Hoje, por exemplo, as empresas estão demandando por novas habilidades e competências. Saber quais são elas é imprescindível para que você entenda quais são seus pontos fortes e a desenvolver, ou seja, quais aspectos ainda precisa melhorar. 

Apoio familiar 

Converse com as pessoas que moram com você. Mudar de carreira é bastante desafiador e contar com o apoio da família ajuda a tornar essa jornada mais leve. Conte seus planos e permita-se receber ajuda. 

Sabemos que mudar de carreira é um processo delicado, mas, com foco e planejamento, chega-se lá. Caso tenha decidido pela transição, há consultores especializados que podem apoiar você durante todo o processo, de modo a tornar sua jornada muito mais ágil e promissora. Se possível, converse com o RH da sua empresa e conte conosco. 

As dicas ajudaram você? Para ficar a par de outras novidades sobre carreira, siga-nos nas redes sociais! Estamos no Facebook, Instagram, Twitter, LinkedIn e YouTube.

Deixar comentário