<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=680782996107910&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Capacidade de aprendizagem: é hora de aprender a aprender!

5 min de leitura

Publicado em 09/12/19


Aproveite para descansar os olhos e ouça esse conteúdo! Clique no play acima!

Cada vez mais, empresas estão desejando profissionais que tenham capacidade de aprender a aprender. Mas como assim?

Você ficou um tempo procurando um novo emprego, fez seu currículo online, atualizou seu perfil no LinkedIn, participou de processos seletivos e, então, vem a tão esperada notícia: você foi contratado e vai começar a trabalhar! Tudo o que você aprendeu o ajudou a chegar até essa oportunidade.  

É bem provável que você encontre esse termo por aí no mundo do trabalho. Por isso, preparamos este artigo para te contar mais sobre o que é e como exercitar essa habilidade – e, claro, se destacar como profissional agora e no futuro. Vamos lá!

Tudo está mudando e aprender também

Para você, o que significa aprender? É estar em uma sala de aula? Participar de um projeto com várias pessoas? Arriscar algo novo? Sim, tudo isso nos permite aumentar o nosso conhecimento. Mas, em um mundo que está se transformando com a chegada de novas tecnologias, muda também o que precisamos aprender, o que desaprender para se manter atualizado e, especialmente, a velocidade com que devemos aprender.

A capacidade de aprendizagem pede que a gente esteja pronto para se adaptar a uma nova informação ou realidade com agilidade. Pode ser desenvolvendo uma competência técnica – chamada hard skill -, ou um novo idioma; melhorar a comunicação, a colaboração e a liderança, por exemplo – competências humanas conhecidas como soft skills; e chega até a habilidade de compreender e resolver problemas com criatividade e precisão.

 

Por falar nisso, essas habilidades humanas que citamos acima são as mais valorizadas e desejadas pelos recrutadores no mercado de trabalho, segundo nossa pesquisa sobre a Revolução das Competências 2.0. Fica a dica!

 

Então, a capacidade de aprendizagem também está ligada a reconhecer oportunidades e exercitar novos comportamentos que podem ajudar – e muito – a ter mais chances de se manter empregado no longo prazo. É o que chamamos de carreira sustentável.

Capacidade de aprendizagem é exercício

Da mesma forma que você estimula um músculo a crescer fazendo exercício físico, você pode aumentar sua capacidade de aprendizagem mantendo uma frequência ao buscar se atualizar e trocar ideias com pessoas de visões diferentes das suas para treinar o olhar mais reflexivo. Ler um livro, assistir a um filme ou documentário, participar de debates de grupos e viver novas experiências ajudam nosso cérebro a criar conexões, o que pode te tornar mais rápido na hora de aprender algo novo. Afinal, já falamos por aqui que a velocidade com que aprendemos é algo muito importante!

Se você chegou até aqui e está decidido a trabalhar essa competência, aí vão algumas técnicas bem legais:

Queira aprender

Ulrich Boser é uma referência quando o assunto é aprendizagem. Autor de livros sobre o tema, segundo ele, “a habilidade de aprender de forma efetiva pode ser a mais importante da vida”. Um dos meios que ele aponta para isso é encontrar motivação. Ou seja, você precisa se envolver com o conteúdo, dar um significado a ele para que, então, consiga absorver, reter e aplicar o conhecimento.

Sem medo de errar

Lembra quando a gente falou sobre arriscar algo novo? Pois é! Ao tentar fazer o que nunca fizemos, ficamos expostos e temos mais probabilidade de errar. Mas não se preocupe, isso faz parte do processo e está tudo bem. Ao entender que determinado caminho ou ação não traz o resultado esperado, corrigimos e ficamos mais atentos para não repetir esta atitude. Permita-se testar caminhos e aprender com eles!

Ensinar também é aprender

Compartilhar algo que você esteja estudando ou que tenha te interessado faz com que o conteúdo seja fixado, além de também poder ouvir novos pontos de vista sobre o mesmo tema, ampliando sua bagagem de conhecimento. Que tal convidar um colega para conversar na hora do café durante o expediente?

Está nas suas mãos

As empresas mais conectadas com o futuro do trabalho já estão focadas em oferecer treinamentos, cursos e outras formas de qualificação para seus colaboradores. Mas, mais do que nunca, os profissionais estão conquistando mais autonomia para decidir e gerir suas próprias carreiras. E o que isso tem a ver com a capacidade de aprendizagem?

Isso quer dizer que por mais que as companhias queiram manter seus funcionários atualizados, a responsabilidade em se aperfeiçoar é do profissional – já que isso vai contribuir não só no emprego atual, como também nas oportunidades que virão pela frente.

E então, gostou dessa ideia de aprender a aprender? Veja só dicas complementares que podem te ajudar a desenvolver essa competência tão fundamental daqui pra frente.

A primeira é o livro “Já Entendi “, da autora Gladys Mariotto, que ficou muitos anos fora da escola e, ao voltar a estudar, viu que os métodos convencionais não serviam para ela. Foi aí que decidiu criar seu próprio jeito e hoje dá aquela força para quem quer inovar na forma de aprender.

Para encerrar, que tal fazer um curso sobre o tema? Sua capacidade de aprendizagem vai ser o foco com as aulas “Aprendendo a aprender: ferramentas mentais poderosas para ajudá-lo a dominar assuntos difíceis”, no site Coursera. Acesse e veja todo o conteúdo!

Ah, só mais uma coisa interessante: o ManpowerGroup tem um teste onde você pode descobrir seu coeficiente de aprendizagem. Responda “verdadeiro” ou “falso” para algumas afirmações e veja qual seu desejo e aptidão de crescer e se adaptar a novas circunstâncias. Legal, né? Faça agora!

Bom, agora que você está por dentro da importância de treinar sua capacidade de aprendizagem, que tal dar uma lida neste artigo que em falamos sobre como construir sua marca profissional usando o conceito de personal branding? Com certeza isso também vai fazer a diferença para sua trajetória.

Até a próxima!

Deixar comentário