Você já ouviu falar sobre o LinkedIn, certo? A rede social focada para contatos profissionais se tornou peça fundamental para quem procura um novo emprego. De acordo com a pesquisa Social Media Trends 2018, aproximadamente 64% dos brasileiros entre 25 a 40 anos estão cadastrados na plataforma que tem conquistado cada vez mais adeptos.

A rede social oferece oportunidades para recrutadores encontrarem candidatos; para os profissionais destacarem suas habilidades e experiências; além de permitir networking, parcerias e novos negócios. Ou seja, marcar presença neste espaço pode abrir portas para sua carreira! Mas, calma… Não adianta só criar um perfil: com informações estratégicas e completas, aumentam suas chances de ser chamado para uma entrevista.

Então, neste post, vamos entender por que é tão importante ter o chamado Perfil Campeão e te dar dicas de como fazer o seu. Ficou animado? Continue a leitura!

Afinal, o que é um Perfil Campeão?

O Perfil Campeão é como o próprio LinkedIn chama as páginas dos profissionais que têm “força” máxima. Isso significa cumprir alguns requisitos que explicamos, um a um, logo abaixo! Quando esses pontos estão concluídos, você alcança uma boa posição no ranking das buscas – o que pode ser o primeiro passo para a virada na sua vida profissional. Afinal,  dados da rede social mostram que:

“Os usuários com perfil completo são 40 vezes mais propensos a receber oportunidades por meio do LinkedIn”.

Existem quatro níveis até chegar ao Perfil Campeão. São eles:

  • Iniciante;
  • Intermediário;
  • Avançado;
  • Perfil campeão.

Se você já tem sua conta, pode checar em qual nível está ao visualizar a escala disponível tanto na versão mobile quanto no desktop, como mostra a imagem abaixo:

Este é um recurso que motiva os usuários a preencherem todas as seções da página com informações objetivas sobre a sua carreira. Segundo este infográfico, os resultados das buscas têm uma relevância que favorece, primeiro, os perfis mais completos. Somente depois as pesquisas revelam os que têm menor força. Veja como funciona:

Reprodução: LinkedIn

Este é um recurso que motiva os usuários a preencherem todas as seções da página com informações objetivas sobre a sua carreira. Segundo este infográfico, os resultados das buscas têm uma relevância que favorece, primeiro, os perfis mais completos. Somente depois as pesquisas revelam os que têm menor força. Veja como funciona:

Assim, quando os recrutadores estiverem procurando candidatos para uma determinada vaga que seja compatível com seu perfil, ficará mais fácil da sua página aparecer nos resultados.

Bom, agora que você já sabe que não dá para abrir mão dessa ferramenta, vamos ver como fazer um perfil completíssimo no LinkedIn?

Saiba o que não pode faltar no seu perfil do LinkedIn

Enfim, chegou a hora de você descobrir tudo o que o seu perfil precisa ter. Acompanhe e, depois, mãos à obra!

1° passo: cadastre-se no LinkedIn

Se você ainda não tem a sua página no LinkedIn, não tem problema! É bem simples se cadastrar e fazer parte da maior rede social de profissionais do mundo:

  • Acesse a página inicial clicando aqui;
  • Insira todos os seus dados pessoais exigidos (nome, sobrenome, e-mail, telefone e senha);
  • Clique em “cadastre-se agora”.

A partir disso, você deverá seguir as etapas solicitadas e já estará pronto para colocar as informações mais importantes sobre sua vida profissional. Caso você já tenha um perfil, lembre-se de mantê-lo atualizado com as próximas dicas!

2° passo: invista em uma boa foto

Segundo dados do LinkedIn, perfis com foto tem 14 vezes mais chances de serem visualizados do que os que não possuem. Para isso, escolha um retrato que transmita simpatia e confiança. Esqueça fotos em festas, praia ou com amigos, combinado? Opte por uma imagem que destaque, preferencialmente, o seu rosto, garantindo que seja bem iluminada, nítida e neutra.

3° passo: capriche no resumo

Esse é o campo para você se definir como profissional. Aproveite para se apresentar e fazer um breve resumo sobre sua carreira. Atente-se às suas características mais marcantes e positivas; fale das áreas e segmentos com os quais já atuou e ressalte suas habilidades e especializações. Você ainda pode explorar esta parte para anexar imagens, vídeos ou links que representem um pouco da sua experiência (apresentações, portfólio, entre outros materiais).

4° passo: explore suas experiências profissionais

O espaço é destinado para você adicionar as suas experiências profissionais e criar uma linha do tempo que vai do seu primeiro trabalho até o último. Lembrando que para cumprir o requisito de Perfil Campeão é necessário inserir, no mínimo, dois empregos, combinado?

Muitas pessoas apenas citam a empresa, o cargo e as data de início e término, mas também é muito importante detalhar quais foram suas atividades em cada organização: fale quais eram suas responsabilidades, quais projetos você desenvolveu ou colaborou, e resultados alcançados – quando possível. Isso ajudará o recrutador a entender melhor como você trabalha e se pode ser o talento que ele está procurando!

5° passo: preencha sua localização e segmento de mercado

Aqui, é necessário informar o país, o estado e a região em que você reside. Assim, as empresas e os recrutadores que estão buscando candidatos para uma determinada área poderão te achar com mais facilidade. Andrio Ferreira, profissional de marketing, consultor e especialista em LinkedIn, dá uma dica bacana:

“Caso você queira trabalhar em outro estado ou país, insira as informações do local desejado. Alterando a localização, o seu perfil aparecerá nas buscas para aquela região”.

Já ao preencher o segmento de mercado, especifique o ramo que atua ou tem interesse, por exemplo, “Marketing e Publicidade”. Andrio também explica: “Caso deseje uma oportunidade em determinado setor, selecione-o para que seu perfil apareça em buscas em que este segmento é usado como filtro”.

6° passo: insira todas suas competências e habilidades

Os dados da rede social mostram também que usuários do LinkedIn que incluem competências e habilidades em seus perfis recebem em média 13 vezes mais visualizações. Então, nada de deixar isso em branco! E não se preocupe se nas opções da plataforma não houver o que você gostaria de colocar: basta fazer isso de forma manual, digitando “Liderança de equipe”, por exemplo, para que essa informação fique disponível na sua página.

Este recurso é bastante interessante, sabia? Isso porque qualquer um de seus contatos pode avaliar suas competências e realizar recomendações. Além disso, suas conexões também podem adicionar habilidades extras em seu perfil e você pode aprová-las para ficarem visíveis. Invista uma dedicação especial nesta área, vale a pena!

7° passo: adicione sua formação acadêmica

Agora, chegou a hora de falar sobre o seu nível acadêmico – graduação, curso técnico, pós-graduação, mestrado, entre outros. Inclua o nome do curso, da instituição de ensino e qual o período estudou por lá. Aproveite também para oferecer um breve descritivo do local e contar suas atividades em grupo: tudo para deixar tudo bem completo!

8° passo: complete todas as seções do perfil

Você já preencheu bastante coisa até aqui, não é mesmo? Mas não para por aí! A plataforma tem ainda outras possibilidades para deixar sua página ainda mais atraente. Veja quais são:

  • Conquistas: aqui, você poderá adicionar informações como: publicação, certificado, patente, curso, projeto, reconhecimento, prêmios e idiomas.
  • Trabalhos voluntários: além das experiências profissionais e formação acadêmica, você ainda pode adicionar esta seção especial e contar de quais projetos participa ou já participou. O voluntariado é visto com muito bons olhos pelos recrutadores!
  • Informações adicionais: neste espaço, você consegue solicitar recomendações de seus contatos ou conexões para reforçar a credibilidade do que você mesmo contou sobre sua carreira.
  • Idiomas com suporte: você pode inserir seções em outras línguas para ser encontrado com mais facilidade, especialmente se estiver de olho em uma oportunidade fora do país ou empresa global.

9° passo: crie conexões relevantes

É hora de se conectar! Aproveite para fazer networking adicionando colegas de trabalho, profissionais que você admira e até mesmo contatos potenciais da sua área de atuação, como gestores, diretores, CEOs, entre outros. Sem dúvida, essa é uma forma eficaz de iniciar uma comunicação com pessoas estratégicas e trazer muito mais visibilidade ao seu perfil. Lembre-se que no LinkedIn você também pode seguir páginas de empresas e canais de informação para se manter atualizado. Afinal, o mundo do trabalho não para de se movimentar!

10° passo: vá atrás de recomendações

Seus atuais ou ex-colegas de profissão poderão te ajudar nessa tarefa: peça gentilmente para que eles escrevam sobre como é trabalhar com você e as formas com que você contribuiu para os resultados da equipe e da empresa. Esse tipo de reforço valoriza seu perfil e fará os olhos dos recrutadores brilharem, aumentando as chances de entrarem em contato com você para uma entrevista!

Pronto para um perfil campeão?

11° passo: dica extra

Depois de alcançar o mais alto nível dos perfis no LinkedIn, você não pode deixar de movimentar sua página. Mas, aqui, os conteúdos que você vai compartilhar devem ter relação com o aspecto profissional: novidades do segmento que você atua; cases que você colaborou ou que achou interessante; experiências que te proporcionaram crescimento. Esses são alguns exemplos bacanas de dividir com suas conexões para se mostrar ativo e antenado!

Agora sim! Se seguir todos esses passos, você terá não só o selo de Perfil Campeão do LinkedIn, mas também a segurança de que o seu novo emprego pode estar ainda mais próximo. Gostou das nossas dicas? Esperamos que sim! Para incentivar e ajudar ainda mais pessoas, compartilhe esse artigo em suas redes sociais.

Até a próxima!