<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=680782996107910&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Você está preparado para um emprego remoto?

14 min de leitura

Publicado em 10/01/22

Se o emprego remoto já era um caminho promissor, com a pandemia da Covid-19 esse modelo de trabalho se tornou a realidade de muitos profissionais. 

Para se ter uma ideia, um estudo conduzido pela Fundação Instituto de Administração (FIA) revelou que o home office foi adotado por 46% das empresas neste período. Além disso, 11% dos trabalhadores ativos no Brasil puderam exercer suas atividades de forma remota em 2020. 

Ao acelerar um processo que já acontecia gradualmente em algumas áreas, o último ano mostrou para as empresas que o trabalho remoto funciona muito bem. Justamente por isso, muitas delas já deixaram claro que pretendem seguir com esse formato. 

Outras optaram por seguir com o modelo de trabalho híbrido, no qual os colaboradores podem trabalhar em casa, mas também devem comparecer à empresa em determinados dias da semana. 

Basta fazer uma busca rápida por “home office vagas” no Google para constatar: o emprego remoto já é um fato consolidado. Por isso, quem ainda não está preparado para esse formato de trabalho, precisa começar a se preparar! 

Se esse é o seu caso, não precisa ficar aflito. No post de hoje, vamos dar algumas dicas importantes para que você se sinta mais confiante em trabalhar com excelência de qualquer lugar. 

Aproveite para descansar os olhos e ouvir este conteúdo

O que é trabalho remoto? 

O primeiro passo para se dar bem em um emprego home office é conhecer as regras do jogo, né? Então vamos começar por aí. 

O emprego remoto é um formato de trabalho no qual o colaborador não precisa estar nas dependências da empresa para trabalhar. Ou seja: ele pode realizar suas atividades de qualquer lugar. 

A maioria dos profissionais que atuam neste modelo costuma trabalhar de casa e é justamente por isso que o trabalho remoto também é bastante conhecido como home office. 

Neste contexto, a tecnologia se torna uma forte aliada. Afinal, o emprego remoto depende do uso de ferramentas de comunicação e informação, como banda larga, sistemas de gestão e de videoconferência. 

Vale destacar, também, que o home office é uma prática prevista em lei desde que a Reforma Trabalhista entrou em vigor. 

Isso significa que o colaborador que trabalha de forma remota tem, basicamente, os mesmos direitos daqueles que atuam alocados na empresa (como salário, 13º, férias e FGTS). 

No entanto, há também algumas diferenças. De acordo com a Consolidação das Leis de Trabalho, o home office não está necessariamente sujeito à tradicional jornada de oito horas por dia. 

O controle pode ser feito com base nas tarefas entregues, por exemplo. Tudo vai depender do acordo feito entre empregador e empregado. 

Quais as vantagens do emprego remoto? 

O principal benefício que o trabalho remoto traz para os colaboradores é a melhora da qualidade de vida – o que, diga-se de passagem, também tem um impacto direto na produtividade. 

A lógica é simples: se antes você levava ao menos 1 hora para chegar ao seu local de trabalho, com o emprego remoto existe a possibilidade de utilizar esse tempo gasto no trânsito com outros afazeres, como, por exemplo, praticar uma atividade física ou até mesmo descansar mais um pouquinho.  

Ah, e ao contrário do que se pensou por muito tempo, uma das grandes vantagens que o emprego remoto traz é o aumento de produtividade. 

Esse ganho se dá por diversos motivos, como pelo crescimento do uso da comunicação assíncrona e pela possibilidade de buscar por um local mais tranquilo para realizar as atividades, o que melhora a concentração. 

É importante destacar que o home office também traz ganhos para as empresas, a começar pela construção de equipes mais motivadas e produtivas. 

Além disso, as companhias que apostam exclusivamente neste modelo conseguem economizar com despesas relacionadas ao aluguel, contas de água e luz e manutenção do espaço. 

Como se dar bem trabalhando remotamente 

Agora que você já entendeu o que é o emprego remoto e as vantagens que ele proporciona, chegou a hora de falarmos sobre algumas boas práticas para quem deseja aproveitar o melhor que esse formato de trabalho tem a oferecer. 

Hora de se digitalizar! 

O trabalho em home office exige que você lide com novas ferramentas digitais, sejam aplicativos de comunicação, de gestão, entre outros, que talvez você ainda não esteja familiarizado. Veja a seguir algumas dicas de programas para você se familiarizar: 

Trello 

O Trello é uma ferramenta muito comum para organização de tarefas utilizada em diversas empresas. Como ele você pode listar projetos, definir tarefas, responsáveis e prazos e ainda acompanhar a evolução e cada item.  
 
Utilize também: Slack, Monday, Assana. 

Zoom 

O Zoom é uma plataforma de comunicação online, que permite fazer reuniões de vídeo ou áudio entre diversas pessoas ao mesmo tempo. Com ele você pode agendar reuniões, compartilhar a tela para mostrar apresentações e até gravar o conteúdo dos encontros. 

Utilize também: Google Meeting, Teams, Skype. 

Google Drive 

O Google Drive é um armazenador e compartilhador de arquivos. Com ele sua equipe pode ter acesso aos documentos que estão trabalhando em tempo real, sendo possível até que duas pessoas editem uma planilha ao mesmo tempo. 

Utilize também: Dropbox, OneDrive. 

Miro 

O Miro é uma plataforma de “Lousa digital”, ou seja, te ajuda a manter um quadro de avisos, como era comum em muitos escritórios, ou ainda formular gráficos, fluxos de trabalho e mais. Isso tudo, sendo compartilhado ao vivo com seus colegas de equipe. É ideal para brainstormings, por exemplo! 

Utilize também: Gitmind, Excalidraw 

Spark 

O Spark é um aplicativo que te ajuda a manter a concentração no trabalho sem ficar de olho em todas as notificações dos seus e-mails o tempo todo. Nele você categoriza as notificações mais importantes, programa envios de e-mails, assim limitando o fluxo de interrupções. 

PomoDone 

O PomoDome é um aplicativo de produtividade e concentração, ele faz com que você possa utilizar a técnica pomodoro, que significa passar 25 minutos em concentração máxima e depois um pequeno período de descanso. 

Mindful Browsing 

Assim como o Spark, este programa funciona para ajudar na sua concentração. Ao instalar esta extensão no Google Chrome, você lista os sites que mais atrapalham sua produtividade e – sempre que você clicar em algum deles – o app bloqueia o acesso e te mostra sua lista de tarefas. 

Todoist 

O Todoist é um app que basicamente lista suas tarefas do dia e te relembra de concluí-las a tempo. É muito bom para ajudar na sua organização pessoal nessa mudança para o trabalho home office. 

Lojong 

Diferente das outras dicas, o Lojong te ajuda a relaxar durante um dia de trabalho estressante. O app trás práticas de meditação e antiestresse que podem ser realizadas em poucos minutos. Então aproveite também esta dica para manter o seu dia de trabalho mais saudável. 

Mantendo uma boa comunicação 

No trabalho remoto, é importante que você esteja pronto para uma nova maneira de se comunicar: digitalmente. O mais comum nestes momentos é que, por conta da distância física, acabemos por nos afastar das pessoas com quem trabalhamos. Mas no home office é crucial que você tenha uma boa comunicação. Por isso: 

1: Seja sempre claro! Estamos distantes fisicamente e a comunicação pode ser mais difícil, por isso trate de dar bastante clareza à sua mensagem, seja ela por e-mail, apps ou em videoconferências. 

2: Use as ferramentas disponíveis! Sua empresa usa oficialmente o Microsoft Teams para se comunicar? Use-o. O grupo do WhatsApp é o caminho que sua equipe prefere? Use-o. Adapte-se as ferramentas disponíveis e esteja sempre atento a elas. 

3: Converse cara a cara! Sim! Mesmo que esteja num modelo remoto, você pode marcar reuniões “One x One” com seus colegas para conversar melhor sobre um projeto ou uma tarefa, ou até mesmo tirar uma dúvida. 

4: Defina quando falar! Se você se concentra mais no começo da manhã, avise para seus colegas que estará mais disponível para conversas à tarde e respeite também os tempos dos outros. É claro que imprevistos acontecem e que é preciso conciliar agendas, mas lembre-se: a comunicação é para ajudar e não para atrapalhar o seu dia. 

5: Viu? Responda! É claro que você não precisa passar o dia inteiro apertando o botão de atualizar da sua caixa de e-mails, mas assim que você parar para olhar para uma mensagem, responda-a. Assim você não corre risco de esquecer e perder uma comunicação importante. 

6: E o cafezinho? Você não irá até a casa do seu colega de trabalho para tomar um café com ele, não é? Mas vocês podem sim conversar sobre assuntos mais leves no dia a dia. Isso ajuda a aproximar a equipe e também torna o dia de trabalho mais leve. 

E nossa dica final: confira também outros artigos para te ajudar na recolocação profissional:
Como dar um up nas suas habilidades remotamente
Empregabilidade: como aumentar a minha

 

Deixar comentário