<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=680782996107910&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Como se tornar um criador de talentos com os 3 Rs (Renew, Reskill, Redeploy)

7 min de leitura

Publicado em 16/03/21

À medida que as habilidades necessárias para as organizações estão mudando mais rápido do que nunca, especialmente com tendências como a digitização se acelerandoas empresas precisam de talentos atualizados e estratégias de desenvolvimento de força de trabalho para atrair, desenvolver, engajar e reter os melhores profissionais nesta próxima fase da Revolução das Competências. 

Aproveite para descansar os olhos e ouça este conteúdo

Essa transformação, no entanto, pode ser turbulenta  ou pode ser guiada com experiência e estratégia. De acordo com a pesquisa recém-lançada do ManpowerGroup, Reboot da Revolução das Competências, é possível tornar-se um criador de talentos por meio da utilização dos três R (renewreskill e redeploy) de maneira proativa, reduzindo riscos e abrindo caminho para o crescimento sustentável. 

Renew (renovar a maneira como se olha para os talentos) 

A construção de talentos começa com a avaliação do potencial. Avaliações como o SkillsInSight do ManpowerGroup ajudam as pessoas a identificar seus pontos fortes e preferências de trabalho enquanto ao mesmo tempo em que ajudam as organizações a prever a provável adequação de um indivíduo para a função. Também compila dados agregados que permitem prever quem terá mais probabilidade de adquirir novas habilidades no futuro. Avaliação + dados + análises = insights que apoiam as decisões de estratégias de talentos, reduz os custos de aquisição de talentos e melhora a mobilidade dos funcionários, alinhando suas capacidades e potencial às lacunas de habilidades da organização. 

Programas de coaching, para todos os níveis, também podem ajudar com a renovação do próprio profissional. Não importa qual é a função que o colaborador tem na sua empresa, todos precisarão desenvolver novas habilidades para o futuro do trabalho. O suporte de coaching personalizado com análise de habilidades e tecnologia de correspondência pode ajudar a entender os colaboradores, quais são suas principais habilidades e pontos a desenvolver e, com isso, ajudar na transição para a próxima fase das suas carreiras. 

Reskill (requalificar os profissionais para o futuro do trabalho) 

 Nos setores em crescimento, e não estamos falando apenas do setor de tecnologia, existe a escassez de talentos porque novas habilidades e competências surgem o tempo todoPor isso, organizações mais inovadoras estão se tornando criadoras de talentos. É preciso levar em consideração na hora de fazer o recrutamento & seleção mais do que as habilidades técnicas, mas em especial capacidade de aprendizagem. Assim, é possível criar uma equipe que esteja pronta para aprender e desenvolveas habilidades de que precisam.  

É necessário também investir na requalificação das pessoas que já estão na organização. Com o mapeamento de competências em mãos é possível criar programas para treinar as habilidades que estão surgindo, seja por meio de parcerias com escolas, workshops ou com a tutela de profissionais que já possuem determinadas competências. O importante é manter seus talentos sempre atualizados para que não seja necessário buscar novas pessoas em um cenário no qual estas habilidades são extremamente disputadas. 

Redeploy (remanejar pessoas dentro da própria organização) 

Se as mudanças no mundo do trabalho estão afastando um profissional da sua função atual, isso não quer dizer que o tempo dele tenha chegado ao fim na organização. É possível aproveitar suas habilidades e conhecimentos em outro setor. As empresas mais inovadoras já entenderam isso e estão aproveitando o fato de profissionais já estarem inseridos na cultura da organização para facilitar a integração deles em novas funções em vez de buscar por novos profissionais no mercado. 

Mas, para isso, é preciso criar uma trilha de carreira para seus colaboradores. As empresas precisam de um roteiro em sua estratégia que mostre caminhos a seguir e os indivíduos precisam de uma orientação clara sobre seu futuro na organizaçãoÉ preciso estar preparado para ajudar os colaboradores a progredir de uma função para outra, fechando os gaps de habilidades necessárias para isso.  

Para entender mais sobre as mudanças que os talentos estão passando num cenário pós-covid, baixe agora mesmo a pesquisa completa Reboot da Revolução das Competências. 

No estudo você verá: 

  • Como a crise da Covid-19 está afetando planos de digitização e automação; 
  • Quais funções, setores e áreas geográficas estão sendo mais impactados; 
  • Como as prioridades do RH estão mudando como resultado da crise; 
  • Como as organizações no mundo estão se preparando para requalificar suas equipes. 

  

Para acessar o relatório basta preencher o formulário abaixo e ele será enviado para seu email: 



Deixar comentário