<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=680782996107910&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

7 dicas para recrutar jovens da geração Y

4 min de leitura

Publicado em 09/10/17

Atualizado em Julho 27, 2021

O mercado de trabalho é cada vez mais composto por jovens. E, apesar de representar uma nova força de trabalho, as empresas estão com dificuldades para recrutar e para lidar com os profissionais da geração Y.

Para conseguir acompanhar essa tendência, é necessário entender como essas pessoas se comportam, o que esperam e como lidam com o trabalho. A partir disso, é preciso desenvolver políticas que possam atrair e reter esses profissionais. Dessa maneira, todo o seu potencial pode ser melhor aproveitado.

Neste post sobre os millennials, listaremos 7 dicas para te ajudar a atrair e a recrutar a geração Y. Confira:

Como são os jovens da Geração Y?

Esses jovens, nascidos entre 1981 e 1995, apresentam características totalmente diferentes das gerações anteriores: valorizam a qualidade de vida e buscam um propósito no trabalho que estão realizando.

Eles não dão muita importância às hierarquias e são propensos a diálogos horizontais, isto é, as conversas devem ser de igual para igual. Isso significa que as ordens dos chefes serão questionadas se não tiverem nenhum sentido, e não apenas acatadas.

Outro aspecto marcante é a familiaridade com a tecnologia e a rapidez na absorção de informações. Essa geração cresceu acompanhada por inovações e está sempre conectada. Eles estão preocupados com estabilidade financeira, mas também podem abrir mão de um salário alto por um emprego que traga maior satisfação pessoal.

Os millennials representam um grande desafio para as organizações que estão acostumadas a lidar com profissionais com outros tipos de prioridades e comportamentos.

Mas a adaptação é necessária, já que os profissionais da geração Y está crescendo como mão de obra disponível, e empresas com estruturas muito tradicionais enfrentarão obstáculos cada vez maiores para encontrar trabalhadores qualificados se não entenderem essa nova dinâmica.

Qual é a melhor maneira para recrutar a geração Y?

Separamos 7 dicas que vão fazer toda a diferença no processo seletivo dessas pessoas. Confira:

1. Apresentar oportunidades de crescimento na empresa

Dificilmente um millennial vai se interessar por um cargo se não enxergar oportunidades de crescimento. Se aceitar, é muito provável que deixe a organização na 1ª oportunidade. Isso acontece porque crescer profissionalmente é algo muito valorizado por essas pessoas.

Procure apresentar o plano de carreira da empresa já durante o processo seletivo que, com certeza, será um fator atrativo. Se o RH ainda não desenvolveu isso, é hora de conversar com os diretores sobre o assunto e priorizar esse tópico.

2. Investir no treinamento e na especialização de funcionários

Ainda sobre valorização e crescimento na carreira, de nada adianta acenar com a possibilidade de desenvolvimento sem oferecer aos profissionais o suporte necessário para isso.

É essencial que a empresa invista em treinamentos e cursos de especialização. Podem ser orientações internas ou parcerias com instituições de ensino para cursos superiores e de pós-graduação.

Não limite esses aperfeiçoamentos a conhecimentos técnicos na área. Cursos que promovam o crescimento pessoal, a organização individual e a melhora na qualidade de vida também são bem-vindos e valorizados pelos millennials.

3. Ter uma política de benefícios

Benefícios complementam o salário combinado e podem fazer toda a diferença na hora de escolher a vaga.

Podem ser reconhecimentos pagamento de bônus, convênios com academias, livrarias, restaurantes… O importante é que sejam atraentes para o funcionário e realmente tragam algum valor a ele.

Esses extras podem ser oferecidos para incentivar o cumprimento de metas ou como reconhecimento por um projeto muito bem-sucedido. Independentemente do critério usado, é uma excelente ferramenta para encantar o candidato e motivar a sua permanência na empresa após a contratação.

4. Oferecer flexibilidade e autonomia

A satisfação pessoal é algo muito valorizado pelos profissionais da geração Y. Eles podem deixar o trabalho para ir ao show da banda favorita ou fazer uma viagem importante e, ao mesmo tempo, não medem esforços para atingir um objetivo quando há um bom motivo para isso. Por que não aproveitar essa característica?

Ofereça flexibilidade de horário a esses profissionais. Não raro, o trabalho pode ser feito fora do expediente convencional e até em sistema home office. Permita que as pessoas assumam a responsabilidade pelas suas funções e administrem as tarefas da maneira mais conveniente.

Abrir esse espaço pode melhorar muito a qualidade do trabalho e a satisfação dos funcionários. Além disso, uma liberdade maior vai favorecer o aparecimento de novas ideias e promover a atualização da sua empresa.

5. Priorizar feedbacks constantes

Já citamos a importância que a geração Y dá aos diálogos e ao desenvolvimento próprio. Promova, na sua empresa, uma política consistente de gestão de pessoas e destaque essa característica durante o processo seletivo.

Ao receber feedbacks constantes e feitos por meio de uma conversa aberta e construtiva, o colaborador se sente valorizado e mais disposto a dar o seu melhor, sabendo que o seu esforço trará retornos para a sua bagagem profissional.

Lembre-se sempre de estabelecer diálogos colaborativos e horizontais. Uma abordagem autoritária vai trazer o efeito contrário e prejudicar totalmente o comprometimento do funcionário. Trabalhar uma postura transparente e aberta durante a seleção vai afetar positivamente a imagem da empresa para os candidatos à vaga.

6. Valorizar o engajamento e o clima organizacional

Um bom ambiente de trabalho é fator primordial para que os funcionários se envolvam verdadeiramente na realização das tarefas e no crescimento da empresa.

Promova políticas que valorizem o bem-estar do profissional e um local onde as pessoas sintam felicidade no trabalho diário. Isso deve ser destacado na missão e no valor da empresa, para que seja um dos principais propósitos e sirva como fator de atração de talentos na hora de contratar.

7. Incentivar a indicação de outros profissionais

Uma boa maneira de atrair profissionais competentes é desenvolver um ambiente tão positivo a ponto de os seus funcionários falarem bem da empresa e indicarem outras pessoas para trabalharem lá.

Sempre que novas vagas forem disponibilizadas, divulgue-as dentro da empresa e incentive os seus colaboradores a indicarem conhecidos e amigos para participarem do processo seletivo.

Isso vai ajudar a levantar pessoas com o perfil parecido com os melhores talentos que já estão no local e promove ainda mais a construção de uma equipe coesa e colaborativa.

Agora que você já sabe o que fazer para recrutar a geração Y e como motivar esses profissionais a trabalharem na sua empresa, que tal compartilhar este post nas redes sociais para que mais pessoas tenham acesso a essas informações?

Deixar comentário