<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=680782996107910&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Como criar uma Candidate Persona vai agilizar o seu R&S

5 min de leitura

Publicado em 10/12/20

Para que um processo seletivo seja realmente efetivo, é necessário que a organização saiba exatamente por quem procurar. Para ajudar neste processo, os Recursos Humanos pegaram emprestado um conceito do Marketing que funciona perfeitamente na hora de criar e enxergar o perfil do talento a ser buscado. É a Candidate Persona.

Neste artigo vamos explicar o que é e como criar a sua persona irá agilizar o seu recrutamento e seleção.

Aproveite para descansar os olhos e ouça este conteúdo
 

 

O que é candidate persona?

Assim como a persona do marketing, a candidate persona é um personagem fictício criado a partir de informações e estudos prévios que te ajudam a entender exatamente quem é a pessoa que você está procurando para sua vaga.

Em resumo, é uma representação do seu candidato ideal, na qual você dá a ele um nome, idade, características profissionais e comportamentais que você procura no seu futuro colaborador.

 

Quais os benefícios de se ter uma candidate persona?

Direcionamento para o R&S

Com o perfil da sua candidate persona em mãos, fica muito mais fácil direcionar a contratação: é uma pessoa mais jovem? Alguém que busca por estabilidade? Alguém que se motiva com o desafio? Sabendo as ambições profissionais e as características comportamentais desta pessoa, você poderá direcionar o seu R&S e investirá menos tempo na busca.

Divulgação da vaga

Saber quem é sua candidate persona também deixa mais fácil de compreender onde anunciar uma vaga. Por exemplo: se você está procurando por um profissional de tecnologia, que é ativo na comunidade e ávido por conhecimento, é possível que seja mais fácil encontrá-lo em grupos de profissionais da área do que em sites de empregos, não é verdade?

Entrevistas

Entregar este perfil para os entrevistadores irá fazer com que o processo seletivo se torne mais eficaz, pois eles saberão exatamente o que estão procurando. As entrevistas terão um norte para encontrar as pessoas que mais se aproximam ao mix de soft skills, hard skills, tech skills e experiências que você definiu para sua persona.

 

Resumindo: + agilidade

Todo este direcionamento faz com que o tempo de fechamento da vaga – um dos principais indicadores do sucesso de um recrutamento – seja reduzido drasticamente. Afinal, o perfil funciona como um mapa, levando você pela rota certa, sem perder tempo em desvios. Com a candidate persona, você sabe exatamente quem está buscando.

 

Como criar uma candidate persona?

A candidate persona deve ser criada a partir da visão de gestão de pessoas e lideranças sobre quem seria o candidato ideal para uma vaga. A persona deve levar em consideração: dados pessoais, experiência, formação e pretensão salarial, soft e hard skills, objetivos profissionais, frustrações e gostos pessoais.

Mais do que isso, criar uma persona é criar uma história. É dar vida a todos estes aspectos de um profissional, facilitando enxergar o que realmente importa na hora de encontrar o talento ideal para determinada posição.

Abaixo vamos explicar como fazer isso enquanto criamos uma candidate persona de exemplo, para uma vaga de Analista de Comunicação Jr. para trabalhar auxiliando no controle das Redes Sociais de uma empresa fictícia do ramo de alimentação fitness em São Paulo.

ATENÇÃO: CRIAÇÃO DE PERSONA NÃO É UM JOGO DE ADVINHAÇÃO

 

A sua candidate persona deve ser baseada prioritariamente em três aspectos:

1) fit cultural

Analise a sua força de trabalho atual e busque similaridades ou pontos a melhorar que este novo talento irá acrescentar ao time.

 

2) Necessidades da empresa
Entenda profundamente quais são as suas necessidades para aquela oportunidade específica, não apenas de competências técnicas, mas como é a pessoa que você gostaria de ter nessa posição.

 

3) Compatibilidade

A candidate persona deve ser alguém que se destaca, mas não impossível de ser encontrado. Por isso é importante que você olhe para o perfil dos profissionais da área em questão e baseie-se também nisso.

 

Cruzar estes três fatores permitirá que você encontre o perfil de talento certo para sua empresa. Evitando, em um exemplo exagerado, que sua persona seja um jovem de 19 anos, com experiência em gestão de grandes equipes em empresas multinacionais.

 

 

Dados Pessoais

Assim como no marketing, começamos a construir nossa persona pelos seus dados pessoais. Quem é seu candidato ideal?

Ele/ela tem um nome, idade, um local de nascimento, onde mora, estado civil.

Esses dados devem ser pensados nos critérios que mostramos no box acima: qual a idade média dos profissionais com essas skills? Precisa residir na sua cidade? É alguém que tem uma bagagem cultural de outro ponto do país? Você está pensando em trazer mais diversidade de gênero?

Essas são algumas perguntas que te ajudam a definir os primeiros dados da sua persona.

 

Formação, Experiência Profissional e Pretensão Salarial

Este talvez seja o tópico da candidate persona mais simples de se montar mesmo para quem nunca fez este processo. Isso porque em qualquer R&S, este é um dos primeiros aspectos a ser considerado.

 

SKILLS

Outra questão que é mais comumente tratada no R&S, é preciso ter muito bem definidas quais as skills que este profissional precisa ter para exercer sua função e fazer parte da sua organização.

OBJETIVOS PROFISSIONAIS

Este aspecto da persona é onde você mapeia quais são os objetivos profissionais dela. É alguém que almeja um cargo de liderança? Que quer mudar de área de atuação? Que procura estabilidade?

 

FRUSTRAÇÕES E GOSTOS PESSOAIS

É aqui que a sua persona vai se tornando mais parecida com uma pessoa. Estes aspectos pessoais irão ajudar a enxergar aspectos como fit cultural, adequação para a função que você procura e quais argumentos você pode usar para atrair este talento para sua companhia.

 

USAR FOTO NA CANDIDATE PERSONA?

Muitas pessoas utilizam uma foto para humanizar ainda mais a sua persona. Não é obrigatório e nem necessário, mas você pode, ao final deste processo, escolher uma foto de um banco de imagens que represente esta persona.

 

PERSONA CONSOLIDADA

Após este processo você tem a sua persona consolidada e pode compartilhá-la com os responsáveis pelo Recrutamento e Seleção. Nós construímos uma persona para uma empresa fictícia que fica em São Paulo e está buscando um Analista de Marketing Júnior. Veja como ficou:

 

Young beautiful woman looking at camera. trendy girl in casual summer white t-shirt and jeans shorts. positive female shows facial emotions. funny model isolated on yellow Free Photo HARD SKILLS:

Habilidades com mídias sociais;
Boa escrita;
Conhecimento do pacote office;

 

SOFT SKILLS:
Comunicação;
Trabalho em equipe;
Adaptabilidade.

DADOS PESSOAIS:
Mayara, 22 anos, solteira, natural de Maceió, mas mora em São Paulo.
OBJETIVOS PROFISSIONAIS:

Busca uma oportunidade onde possa se desenvolver profissionalmente.

FORMAÇÃO:
– Ensino Superior Completo em Jornalismo;
– Curso de Marketing Digital Gratuito;- 1 ano de curso de inglês.

 

FRUSTRAÇÕES:
Sente que não aprende o suficiente no estágio;
Acredita que está pronta para uma chance em uma empresa de grande porte;
Gostaria de ter uma oportunidade em regime CLT;
Quer ser levada a sério como profissional mesmo sendo jovem. 
EXPERIÊNCIA:

18 meses de estágio em Agência de Marketing Digital.

 

PRETENSÃO SALARIAL:
R$ 2.900,00

GOSTOS PESSOAIS:

 

Gosta de usar as redes sociais;
Assiste muitos filmes e séries;
Tem muitos amigos, mas fala com a maioria deles pela internet;
Segue e comenta em páginas de memes na internet;
É engajada socialmente em discussões de diversidade.

 

 

 

Agora você já está preparado(a) para criar a sua Candidate Persona! Para agilizar ainda mais o seu processo seletivo, confira estes outros artigos do nosso blog:

INBOUND RECRUTING – COMO ESSA TÉCNICA VAI REVOLUCIONAR O RECRUTAMENTO

TECH SKILLS: COMO ENCONTRAR TALENTOS COM COMPETÊNCIAS TECNOLÓGICAS

A EVOLUÇÃO DO RECRUTADOR NO NOVO RH

Deixar comentário