<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=680782996107910&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

8 razões que fazem com que você perca bons candidatos

4 min de leitura

Publicado em 09/10/17

Atualizado em Julho 27, 2021

Toda empresa busca por profissionais incríveis, com experiências, cursos de renome, que são proativos, pontuais, responsáveis e que, obviamente, batem as metas.

Há muitos bons candidatos no mercado que atendem a todos esses requisitos. Porém, uma lista de motivos faz com que eles não busquem determinadas organizações já no momento de recrutamento.

Alguns erros na hora de divulgar uma vaga ou fazer a seleção dos possíveis colaboradores acaba afastando os melhores. Será que sua empresa é uma das que se encaixam no perfil que os bons profissionais estão passando longe? Leia nosso post de hoje e descubra!

1. Falta de clareza nas informações da vaga

A falta de detalhes na descrição da vaga pode acabar atraindo o interesse de pessoas que não têm nada a ver com o perfil buscado e até afastando bons candidatos que seriam o foco da vaga.

Algumas descrições parecem exageradas, solicitando do candidato habilidades que seriam competências de outras profissões. Além disso, há muitas vagas de emprego que requerem habilidades que não se encaixam no perfil até mesmo dos profissionais T-Shaped — aqueles que possuem conhecimento em diversos assuntos de forma generalizada, mas são experts em um campo de conhecimento específico.

Aposte em descrições mais divertidas e que sejam mais atrativas para o candidato, mas citando todas as atividades previstas para o cargo. É válido falar sobre como será o local de trabalho, quais são competências exigidas, o nível de escolaridade, a necessidade de ter CNH ou disponibilidade para viajar.

2. Valorização da experiência em vez do perfil

Um dos erros mais comuns que muitas empresas cometem durante os processos seletivos é focar apenas na experiência do candidato e desconsiderar seu perfil. Ou seja, quais são suas qualidades, o que ele gosta de fazer, como se sai em atividades em grupo, suas melhores habilidades, qual seu interesse em aprender e crescer dentro de uma empresa e assim por diante.

O resultado de não considerar o fator humano é que a empresa pode acabar atraindo profissionais que tenham experiências devido aos seus empregos anteriores, porém não compartilham a cultura organizacional.

É claro que ter experiência é importante, mas é muito mais fácil treinar pessoas que tenham pouca experiência do que tentar remodelar suas habilidades ou seus valores.

3. Remuneração abaixo da média

Outra grande razão que afasta bons candidatos é a remuneração incompatível com o mercado ou com os requisitos da vaga. De nada vale ser uma empresa incrível, se você oferece um salário ruim e apenas os benefícios básicos impostos pelos sindicatos trabalhistas.

Isso é um fator desestimulante para qualquer profissional. Mais ainda para um bom candidato, que pode ter ofertas melhores em outros lugares. Para reverter isso, busque descrever o salário e algum plano de bonificações por meta batida.

4. Falta de um processo definido

Certamente ninguém vai querer trabalhar em uma empresa que não tenha, de forma clara, rotina e processos de trabalho. A começar pelo recrutamento, é preciso ter um planejamento para seguir durante a seleção.

Determine uma data final para o recebimento de currículos, escolha quais ferramentas você vai utilizar, como será a sua rotina para analisar esses currículos e como serão as avaliações de desempenho, realização de dinâmicas e marcações de entrevistas presenciais ou via videoconferência. Isso evita falhas no processo e ajuda a atrair candidatos mais sérios.

5. Falta de compromisso com o que diz

Nunca prometa aquilo que não pode cumprir. O mínimo que um candidato espera é poder confiar na empresa em que irá trabalhar. Para não correr o risco de pôr o relacionamento com o novo colaborador em xeque, evite prometer coisas impossíveis. Deixe claro o espaço e as possibilidades do funcionário dentro da empresa e até onde ele pode expor o que pensa acerca dos assuntos internos.

Caso venha a oferecer algo para atrair um candidato em especial, comprometa-se a entregar isso para ele. Lembre-se que a melhor forma de reter um profissional talentoso é proporcionando condições boas de trabalho, e isso inclui um ambiente que inspire confiança.

6. Reputação negativa

De nada adianta vender a ideia de empresa ideal, com tudo que o funcionário precisa e não ter uma boa reputação. Comentários constantes de funcionários que desejam sair, ou comentários negativos na internet e até reclamações de clientes são fatores que abalam a imagem da organização para os stakeholders.

De certa forma, emprego também é status. Ninguém procura empresas que tenham muitos problemas ou uma reputação ruim no mercado. Uma companhia que tem uma alta taxa de turnover é encarada como sendo pouco comprometida com o time de profissionais, o que também interfere negativamente na reputação.

7. Falta de um bom time de RH

Além de ter um bom currículo, bons candidatos também têm o poder de escolher se ficarão ou não em uma empresa diante das vantagens e dificuldades do cargo. É aí que entra o setor de recursos humanos e ouve todas as considerações do seu time de colaboradores, buscando equilibrar as vantagens e desvantagens de trabalhar na empresa.

Além disso, é indispensável que você tenha bons profissionais no setor de RH ou, até mesmo, terceirize os processos de recrutamento e seleção, pois eles vão escolher os profissionais mais alinhados com a sua empresa.

Esse time também vai garantir boas condições de trabalho e benefícios para os colaboradores, trabalhando em um plano de desenvolvimento e retenção desses talentos.

8. Falta de desafios

Estimular os profissionais a crescerem e desenvolverem soluções diferentes é um dos pontos fundamentais para garantir bons resultados. A vantagem de ter bons candidatos para a vaga é que eles são competitivos e talentosos. Costumam se entediar facilmente com a mesmice e buscam tarefas desafiadoras, que proporcionem o mérito por ser executada com excelência.

A empresa que possui um processo engessado compromete todo esse combustível para cativar outros membros da sua equipe e acaba perdendo a possibilidade de reter esse talento por falta de situações desafiadoras.

Conseguiu entender as razões pelas quais a sua empresa pode estar perdendo bons candidatos? Os motivos até parecem simples, mas são realmente muito importantes para o recrutamento e retenção desses profissionais de destaque. Afinal, de que adianta ter bons colaboradores, se você não consegue aproveitar 100% de todo esse potencial?

Ficou com alguma dúvida sobre os tópicos tratados neste post? Deixe um comentário e conte-nos como podemos lhe ajudar ainda mais! Vamos adorar essa conversa!

Deixar comentário