<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=680782996107910&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Profissões do futuro: seu novo emprego pode ainda nem existir

6 min de leitura

Publicado em 07/04/20

Você sabia que 65% dos empregos da Geração Z – jovens de 18 a 24 anos – ainda nem existem? Isso acontece por conta da evolução tecnológica que transforma processos em uma velocidade nunca antes vista. O que era certo ontem, hoje pode ser ultrapassado. É neste cenário que surge a indústria 4.0 e tantas outras inovações. Mas será que mesmo com toda essa incerteza, é possível se preparar para o futuro do trabalho? Neste artigo vamos explicar as profissões do futuro, como o trabalho está mudando e de que forma você pode se preparar. Continue lendo!

 

Por que o trabalho está mudando? E como? 

A dinâmica do trabalho está mudando. Isso sempre ocorreu na história da humanidade, mas a evolução tecnológica faz esse processo se tornar cada vez mais rápido. O que levava décadas para se transformar, agora pode ser obsoleto em pouquíssimo tempo. No infográfico do nosso estudo sobre a Fábrica do Futuro é possível ver o quão veloz se tornou esse processo de mudanças. 

 

A evolução da nossa relação com o trabalho
A evolução da nossa relação com o trabalho

Veja como o tempo entre as chamadas “gerações” está cada vez menor. Demorou quase três quartos de século para sair da “Geração 0”. A fase seguinte chegou em menos da metade desse tempo. Ainda assim, na “Geração 1”, um operário de fábrica aprendia uma habilidade e podia fazer quase o mesmo trabalho durante toda sua carreira. Agora, em 2020, estamos no que foi chamado de “Geração 3”, a dos sistemas inteligentes. E são eles os responsáveis pelas principais mudanças no mundo do trabalho.

Sistemas inteligentes

Mas como funcionam esses sistemas? No estudo da Fábrica do Futuro, é possível entender bem: se hoje um profissional de fábrica precisa controlar equipamentos e operar o maquinário, em um futuro muito próximo a inteligência artificial será suficiente para controlar essas ações. Em muitos países, essa já é a realidade!

O trabalhador então, terá um papel mais estratégico, com conhecimento mais técnico e especializado. Um trabalho muito mais focado em como melhorar a produção do que realmente colocar a mão na massa e produzir.  

 

Apesar de ser um caso do cenário industrial, isso funciona para qualquer outro setor. Por exemplo: um vendedor que antes precisava ter uma agenda com os contatos de seus clientes, agora tem um sistema inteligente com todas as informações, inclusive qual a melhor hora para entrar em contato com um prospect. Ou um professor que antes precisava ter cadernos de registros e hoje pode acompanhar toda a evolução do aluno em um tablet. Com essas informações nas mãos, o trabalho destes profissionais fica muito mais fácil.

 

O importante é perceber que o trabalho mecânico, por assim dizer, está indo para a mão dos sistemas e das máquinas, enquanto o profissional ficará cada vez mais com funções analíticas.

As habilidades também mudam

Nesse contexto, as habilidades e competências que são mais procuradas pelas companhias também passam por mudanças. Se há alguns anos as hard skills eram mais valorizadas, agora – e ainda mais no futuro – elas perdem espaço para soft e tech skills.

 

O que são Tech, Soft e Hard Skills?

Para o futuro do trabalho, você precisará desenvolver suas habilidades e competências. Mas você sabe o que é isso? As skills podem ser divididas em três tipos:

 

Hard Skills

As hard skills, ou competências técnicas, são mais fáceis de mensurar.  São aquelas que podemos aprender com cursos, treinamentos etc.

Ex: uma língua estrangeira, uma graduação na faculdade, saber operar algum maquinário.

 

Soft Skills

As soft skills são habilidades mais subjetivas, referentes a como a pessoa é, seus costumes e valores.

Ex: boa comunicação, ética, resiliência etc.

Tech Skills

As tech skills fazem parte das hard skills, mas estão ligadas à atividades e conhecimentos do universo da tecnologia.

 

Ex: saber utilizar softwares de computador, linguagens de programação etc.

 

Isso porque as skills humanas e tecnológicas são consideradas mais difíceis de treinar do que as técnicas – e cada vez mais necessárias. É mais fácil ensinar um profissional a operar um maquinário do que ter senso de liderança, por exemplo. 

“Com o mercado de trabalho em constante transformação, os profissionais precisam se adaptar às mudanças com agilidade, se atualizando e combinando formação técnica com habilidades humanas e o uso de novas tecnologias”.
Nilson Pereira, Country Manager no ManpowerGroup Brasil

 

Então, ao se preparar para o futuro do trabalho, saiba que sim as hard skills continuam muito importantes, mas só elas não bastam para um bom emprego. As profissões do futuro vão exigir cada vez mais do seu lado humano.

 

Este é um cenário que já está acontecendo no presente. A última pesquisa de Escassez de Talentos do ManpowerGroup mostrou que o mercado mundial já está tendo dificuldade para contratar, justamente pelas mudanças de prioridades de skills na hora da contratação. Os países mais desenvolvidos são os que mais sofrem, por terem se atualizado primeiro, mas a onda já está chegando no Brasil. Hoje, 52% dos empregadores brasileiros relatam dificuldade em preencher vagas de trabalho.

Competências do futuro

Essas são algumas das soft skills que serão ainda mais valorizadas no futuro:

 

 

  • Proatividade;
  • Facilidade em aprender;
  • Trabalho em equipe;
  • Tomada de decisões;
  • Adaptabilidade;
  • Versatilidade;
  • Criatividade;
  • Gerenciamento de tempo;
  • Liderança.

 

As profissões do futuro que você nunca imaginou!

Para mostrar o quanto as profissões serão diferentes, separamos algumas previsões de trabalhos que deverão estar em alta no futuro segundo o Guia do Estudante.

Mentor médico

Irá examinar, diagnosticar e administrar tratamentos para pacientes, auxiliado por tecnologia e por médicos acessíveis de maneira remota.

Curador de memórias pessoais

Irá criar em realidade virtual – a partir de relatos, notícias, dados e fontes históricas – experiências para clientes que, por algum motivo, perderam certas memórias.

Gerente de equipe humanos-máquinas

Gerenciará e desenvolverá sistemas de interação para que seres humanos e máquinas conversem e trabalhem de melhor maneira.

Walker ou Talker

Um profissional que funcionará como um motorista de aplicativo, mas para despender tempo com clientes idosos por meio de uma plataforma online e conversar com eles.

Alfaiate digital

Irá gerar medidas precisas para fabricação de roupas, utilizando tecnologias de escaneamento, como câmeras ou cabines 3D, sem precisar estar no mesmo local do cliente. 

Mas nem só de profissões “diferentonas” irá viver o futuro do trabalho. Como mostramos, as profissões de hoje estão se transformando cada vez mais rápido. Então você precisa se manter atualizado.  É para isso que o ManpowerGroup está aqui: para te ajudar a encarar os desafios da vida profissional de frente, oferecendo conteúdos de qualidade para ajudar na sua qualificação profissional.

Abaixo temos uma lista de artigos aqui do blog que podem te ajudar!

Hard e soft skills: suas diferenças e como desenvolvê-las na carreira

Capacitação profissional: saiba por que ela é indispensável para sua carreira

10 dicas imperdíveis para conseguir o emprego dos sonhos

Conheça as 8 melhores formas de alavancar sua carreira

5 maneiras de desenvolver habilidades e competências profissionais

Ou você pode ainda acessar nosso canal no Youtube!

Aproveite e se inscreva também em nosso site para encontrar novas oportunidades de emprego hoje!

Deixar comentário