<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=680782996107910&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Como ser mais produtivo sem prejudicar a saúde mental?

9 min de leitura

Publicado em 01/12/21

É fato que as empresas buscam por produtividade, mas, ao longo dos anos, líderes e RHs também passaram a entender que é praticamente impossível falar sobre esse assunto sem considerar a saúde mental de seus colaboradores. 

Isso porque, quando um profissional se sente bem, as chances de conseguir desempenhar bem suas atividades são muito maiores. E há até mesmo estudos que comprovam essa afirmação. 

Uma pesquisa realizada pela Universidade de Warwick, no Reino Unido, revelou que funcionários felizes são 12% mais produtivos que os demais. Já um levantamento feito pela Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, mostrou que profissionais que estão satisfeitos com o ambiente de trabalho podem ser até três vezes mais criativos.  

LEIA TAMBÉM: É POSSÍVEL SER FELIZ NO TRABALHO?

Os números não deixam dúvidas: produtividade e saúde mental precisam andar de mãos dadas. Por isso, a busca pela máxima produtividade deve ser sempre conduzida com muita cautela.  

Se você deseja ser mais produtivo no trabalho, sem prejudicar o seu bem-estar emocional, então você chegou ao lugar certo. A partir de agora, daremos algumas dicas para que você saiba como equilibrar esses dois aspectos da melhor forma.

 

Aproveite para descansar os olhos e ouvir este conteúdo!

 

Identifique seus horários de maior produtividade 


É fato: todo mundo tem algum horário do dia em que se sente mais produtivo. Para alguns, é no período da manhã que as atividades fluem melhor. Já outros, sentem que produzem mais no final da tarde e há até mesmo quem prefira trabalhar de madrugada.   

Conseguir identificar quais são seus períodos de produtividade é uma ótima forma de trazer mais leveza para o dia a dia de trabalho, pois, assim, é possível programar as atividades que demandam mais energia para esses horários.  

Mesmo que você não tenha muita flexibilidade na empresa em que trabalha, esse é um exercício bacana de ser feito. Neste caso, busque entender qual é o momento em que você se sente mais disposto dentro do seu horário de expediente.  

Tente priorizar o que deve ser feito 


Você já ouviu falar que “quando tudo é urgente, nada é urgente”? Pois bem. Mesmo que você tenha uma longa lista de tarefas a cumprir, certamente há aquelas que são mais urgentes que as outras, então não precisa se desesperar. Respire fundo e tente listar quais delas são de fato uma prioridade naquele momento e devem ser executadas o quanto antes.   

Pode ser que, ao longo dessa análise, você até descubra algumas tarefas que, além de tomarem tempo, não estavam levando você a resultado nenhum, ou então atividades que poderiam ser delegadas. Além de estabelecer as prioridades, outra dica importante é tentar manter o foco e realizar uma tarefa por vez, especialmente quando elas demandam um nível de concentração maior.  

Fazer tudo ao mesmo tempo pode gerar frustração e ansiedade, então, se organize para evitar que isso aconteça. 

Crie um local de trabalho agradável 


Trabalhar em um ambiente agradável pode ter um impacto direto tanto na sua produtividade quanto no seu bem-estar. Especialmente em tempos de home office, o segredo é fazer tudo o que tiver ao seu alcance para transformar o seu local de trabalho em um espaço que te mantenha motivado.  

Isso inclui desde manter a sua mesa limpa e organizada, até garantir uma boa iluminação. Para algumas pessoas, trabalhar ouvindo música pode tornar o dia a dia mais divertido. Já para outras, o silêncio é algo fundamental. 

Descubra o que te faz bem e tente aplicar na sua rotina! 

Tenha um ritual para encerrar o expediente 

Sim, trabalhar é muito importante. Mas ter um momento de descanso e lazer também é. Por isso, saiba separar esses momentos.  

Para quem está trabalhando remotamente, se desligar do trabalho pode ser ainda mais difícil. Portanto, vale a pena estabelecer algumas práticas, como não verificar o e-mail ou mensagens de trabalho após determinado horário.  Lembre-se de que recarregar as energias é fundamental para que você possa continuar sendo produtivo no dia seguinte. Afinal, mentes sobrecarregadas podem se tornar bombas relógio prestes a explodir.   

O excesso de trabalho é capaz de desencadear uma série de problemas, como a Síndrome de Burnout. Também conhecida como Síndrome do Esgotamento Profissional, esse é um distúrbio emocional marcado pelos sintomas de exaustão extrema, estresse e esgotamento físico resultante de situações desgastantes no trabalho.  

Tenha uma boa noite de sono 

É isso mesmo que você leu! Dormir bem contribui diretamente para a sua produtividade e, também, para a sua saúde física e emocional.   

Uma boa noite de sono é tão importante que um estudo publicado no periódico Sleep Health demonstrou que uma redução de apenas 16 minutos no tempo de descanso já tem efeitos negativos na produtividade do dia seguinte, podendo gerar mais estresse e situações conflituosas.  

Portanto, tente se organizar para dormir de sete a oito horas por noite. Caso você enfrente dificuldades para pegar no sono, é possível adotar algumas práticas que ajudam a relaxar, como tomar uma xícara de chá e desligar o celular alguns minutos antes de ir deitar.  

Fique atento às suas emoções 

O autoconhecimento é uma chave importantíssima para que você conheça os seus limites e saiba identificar quando eles estiverem sendo ultrapassados.  

Especialmente no dia em que você estiver se sentindo mais sobrecarregado ou estressado no trabalho, separe uns minutinhos para observar suas emoções e tentar retomar o estado de equilíbrio.  

Uma prática muito útil e que pode ajudá-lo nessas horas é a meditação. Para começar a meditar, sente-se (ou deite-se) em uma posição confortável, feche os olhos e passe a respirar de forma consciente (ou seja, observando cada inspiração e expiração). 

Além de ajudar a acalmar a mente e a ansiedade, a meditação também auxilia no foco e na criatividade, tendo impactos diretos na produtividade. Que tal separar uns minutos do seu dia para experimentar os efeitos que as práticas meditativas podem trazer?  

Como dissemos no começo do post, manter a saúde mental em dia é fundamental para que consigamos alcançar um bom desempenho no trabalho. Esperamos que, com as dicas acima, você consiga ter uma rotina cada vez mais leve, saudável e produtiva! Confira também nosso artigo sobre Mindfulness.

Deixar comentário