<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=680782996107910&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Como acertar na contratação de trabalho temporário ?

10 min de leitura

Publicado em 25/10/21

Após um ano de baixa para o comércio brasileiro, a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) prevê que o Natal de 2021 será marcado por um recorde na contratação de trabalho temporário. 

Com o avanço da vacinação contra a Covid-19, a entidade estima que mais de 94 mil trabalhadores temporários serão contratados no final deste ano, especialmente nos segmentos de vestuário e supermercados.  

E mais: se concretizado, esse número será o maior em oito anos!

Aproveite para descansar os olhos e ouvir este conteúdo!

Além de trazer perspectivas muito positivas para os comerciantes, esse momento também demanda atenção. Afinal, a contratação de temporários é permeada por alguns cuidados específicos, que devem ser tomados a fim de evitar problemas trabalhistas. 

Se você ainda tem dúvidas sobre como conduzir esse processo da forma certa, então chegou ao lugar certo.  

A partir de agora, daremos algumas dicas importantes para quem vai precisar recorrer à contratação de trabalho temporário neste fim do ano. Vamos lá?  

Como funciona a contratação de trabalho temporário 

Saber o que a legislação brasileira diz sobre a contratação de serviço temporário é o primeiro passo para não cometer erros ao longo desse processo. Por isso, vamos começar por aí.  

De acordo com a legislação, o trabalho temporário é “aquele prestado por pessoa física contratada por uma empresa de trabalho temporário que a coloca à disposição de uma empresa tomadora de serviços, para atender à necessidade de substituição transitória de pessoal permanente ou à demanda complementar de serviços”. 

Isso significa que só é permitido contar com força de trabalho temporária quando é preciso substituir um funcionário ausente (como, por exemplo, durante o período de férias) ou para atender demandas complementares, vinda de fatores imprevisíveis ou, quando decorrente de fatores previsíveis, tenha natureza intermitente, periódica ou sazonal. 

Neste último caso, podemos citar as datas comemorativas, como o Natal, Dia das Mães e Dia dos Pais, quando as lojas lotam de pessoas procurando presentes para os seus entes queridos.  

Outro ponto importante é que a legislação permite a contratação de trabalho temporário somente através de empresa de prestação de serviço autorizada para intermediar a contratação, assim não é possível que a contratação seja feita de forma direta pela empresa que vai utilizar os serviços. 

Ou seja: quando uma empresa decide contratar um colaborador temporário, ela precisa procurar uma empresa prestadora de serviço, devidamente legalizada, que ficará responsável por essa contratação, bem como por realizar os pagamentos e acompanhar o contrato de trabalho desses profissionais na empresa tomadora. 

Mas não para por aí. Quando falamos na contratação de trabalho temporário, existem outras particularidades, como: 

  • A contratação não pode exceder o prazo de 180 dias. Após esse período, o contrato pode ser ampliado somente por mais 90 dias; 
  • Os direitos dos trabalhadores temporários, como pagamento de férias proporcionais, jornada de 8 horas e carteira de trabalho assinada, são assegurados pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e devem ser cumpridos pela empresa prestadora; 
  • Quando o colaborador temporário é contratado para substituir um funcionário regular, ele deve receber o mesmo salário do profissional que está sendo substituído; 
  • A empresa tomadora deve garantir aos temporários as mesmas condições de segurança, salubridade e higiene de seus trabalhadores regulares;  
  • É obrigatório haver um contrato escrito, entre a empresa prestadora e a empresa tomadora de serviços, que expresse a qualificação das partes, valor da remuneração a ser paga, descrição dos trabalhos a serem realizados e prazo do contrato de trabalho temporário. 
  • Não se aplica a estabilidade gestante em caso de trabalhadoras temporárias. 

 

Pontos que merecem atenção 

Além do cumprimento das particularidades listadas acima, há um ponto que demanda atenção redobrada: o funcionário temporário não possui nenhum vínculo empregatício com a empresa contratante, mas sim com a empresa prestadora, contudo é a empresa contratante que fará a gestão de suas atividades. 

Para que isso seja válido, no entanto, é importante tomar alguns cuidados específicos.  

É importante entender que embora a gestão dos trabalhos seja realizada pela empresa contratante, não existe vínculo de emprego com ela, logo não se pode confundir a gestão dos serviços com o vínculo, já que se trata de uma modalidade de contrato de trabalho diferente da que é prevista na CLT. 

Após o prazo de 180 dias, o contrato de trabalho temporário pode ser prorrogado por mais 90 dias e após este período total de 270 dias se a empresa desejar efetivar o trabalhador temporário, ela poderá contratá-lo diretamente, pois a condição de trabalhador temporário será encerrada. 

Contratando temporários sem preocupações 

Agora que você já entendeu os seus direitos e deveres ao contar com profissionais temporários, chegamos a um dos momentos principais desse post: como encontrar um parceiro confiável, que realmente ofereça um bom suporte nessa jornada? 

Como já dissemos, a contratação de temporários não pode ser feita de forma direta. Por isso, é muito importante buscar uma empresa especializada em trabalho temporário e que seja realmente séria. 

Lembre-se: é a empresa prestadora que ficará responsável por todo o processo de recrutamento e seleção dos funcionários temporários que você pretende contratar no final do ano. 

Considerando que essa é uma etapa fundamental para a obtenção de talentos que realmente estejam alinhados com as necessidades do seu negócio, o melhor caminho é contar com um parceiro que tenha expertise comprovada nesse campo. 

Para não cometer erros ao procurar uma empresa de trabalho temporário, vale à pena considerar as seguintes questões antes de assinar qualquer contrato: 

  • Essa empresa possui credibilidade no mercado? 
  • Ela é conhecida como uma companhia que possui um pool de talentos altamente qualificados e que garante a entrega ágil do talento certo? 
  • Trata-se de uma empresa que realmente conhece as tendências do mercado de trabalho e cumpre com as exigências trabalhistas? 
  • A empresa se preocupa com o desenvolvimento contínuo dos seus funcionários, garantindo que eles tenham as habilidades exigidas pelas empresas nas quais serão alocados? 
  • Por último, ela realiza uma boa gestão dessa força de trabalho, para que você possa focar no seu core business? 

Encontrar uma empresa que cumpra com todas essas necessidades é o melhor caminho para acertar na contratação adicional de profissionais e estar preparado para a alta demanda do Natal.  

O ManpowerGroup é líder global em recrutamento e seleção de pessoal temporário, fornecendo às organizações de todos os portes soluções inovadoras para potencializar a agilidade dos negócios e a competitividade. 

Além disso, contamos com um conhecimento profundo sobre as tendências globais e locais de talento, para oferecer aos clientes acesso imediato a um grupo de candidatos altamente qualificados. 

Quer saber mais? Então clique aqui e veja o que uma parceria com o ManpowerGroup pode proporcionar ao seu negócio durante a contratação de trabalho temporário ou preencha o formulário abaixo e receba o contato dos nossos consultores para conhecer mais sobre nossas soluções :

Deixar comentário